Catarinense

Figueirense vence o Brusque e termina a primeira fase em 3º no Campeonato Catarinense

O gol alvinegro foi marcado pelo meia Marquinho, aos 42 minutos do segundo tempo

15/03/2020 20h27
Por: Redação EF
157
Foto: Patrick Floriani/FFC
Foto: Patrick Floriani/FFC

Acreditar na vitória até os últimos instantes da partida. Desta forma podemos resumir a atuação do Figueirense na tarde deste domingo (15), no Scarpelli, quando o Furacão derrotou o Brusque, por 1 a 0, em confronto válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Catarinense. O gol alvinegro foi marcado pelo meia Marquinho, aos 42 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o Figueirense subiu uma posição e encerra a primeira fase do Campeonato Catarinense. Na próxima fase, o Furacão encara o Juventus, com a primeira partida acontecendo em Jaraguá do Sul, e o jogo decisivo no Estádio Orlando Scarpelli.

O jogo

Jogo começa com muitos erros de passe, e é o Brusque quem chega com perigo pela primeira vez. Aos três minutos, Dandan invadiu a área pela esquerda, foi ao fundo e bateu cruzado, prensado com a defesa alvinegra, que mandou para escanteio. A resposta do Figueirense veio aos seis minutos. Da direita, Guilherme cruzou, a bola passou por Everton e chegou a Diego Gonçalves, que chutou firme, por cima do gol, assustando o goleiro Ruan Carneiro.

Aos 8 minutos, o Furacão quase abriu o placar. Lucas deu grande lançamento para Diego Gonçalves, na esquerda, que aciona Marquinho dentro da área. Mas o camisa 10 alvinegro não consegue a finalização. Boa chegada. Aos 13 minutos, mais um susto na meta defendida por Sidão. Em cruzamento vindo da direita, Carlos Eduardo finaliza da entrada da pequena área e mada pra fora.

O Brusque quase abriu o placar aos 30 minutos. Em falta cobrada da entrada área, Cleyton cabeceou e acertou o travessão. Na sequência, o lance foi anulado por impedimento. O Figueirense respondeu rápido. Aos 35, em jogada ensaiada, Diego Gonçalves serviu Everton na área. O meia driblou o marcador e cruzou rasteiro para Patrick, que finalizou abafado com a zaga. Dois minutos mais tarde, outra boa jogada do Figueirense. Em boa troca de passes pela esquerda, Marquinho serviu Lucas pelo meio. O  capitão bateu forte e Ruan Carneiro defendeu.

O segundo tempo foi de forte marcação da equipe do Brusque, que conseguia impedir o Figueirense de criar chances de gol. O Furacão levava algum perigo em bolas paradas e cruzamentos vindos das laterais, mas os atacantes alvinegros não conseguiam a finalização. Por outro lado, o time do Brusque, com pouca presença no campo ofensivo, não chegava de maneira acintosa ao gol de Sidão. A primeira grande chance veio aos 31 minutos. Lucas cruzou rasteiro e João Diogo bateu forte, por cima do gol, com muito perigo. Aos 36, Marquinho cobrou falta lateral rasteiro na área e Lucas bateu de primeira, para defesa de Ruan Carneiro.

O Figueirense insistia no ataque. Apesar das dificuldades enfrentada pela forte e faltosa marcação do Brusque, o Furacão permanecia no campo ofensivo. E foi premiado pela insistência. Aos 42 minutos, Diego Gonçalves levantou na área, Everton Santos escorou de cabeça e Marquinho apareceu na cara do gol para empurrar para as redes. Festa alvinegra em campo e nas arquibancadas do Estádio Orlando Scarpelli! Foi o primeiro gol do camisa em seu retorno ao clube, 12 anos depois da primeira e marcante passagem.

Depois do gol, o Figueirense administrou o jogo nos minutos finais, prendendo a bola na intermediária e não deixando o Brusque se aproximar do gol de Sidão com maiores perigos. A equipe adversária até tentou, em bola parada, empatar a partida, mas esbarrou em mais uma atuação segura do sistema defensivo do Furacão.

Ficha técnica

Figueirense (1)

Sidão; Lucas, Elias, Pereira e Carlinhos; Patrick, Guilherme (Lucas Henrique), Everton (Everton Santos) e Marquinho; Diego Gonçalves e Pedro Lucas (João Diogo). Técnico: Márcio Coelho.

Brusque (0)

Ruan Carneiro; Gustavo Henrique (Thiago Alagoano), Cleyton, Neguete e José Carlos; Ruan, Emerson Martins (Claudinho), Edílson e Ronan; Dandan e Carlos Eduardo (Edu). Técnico: Jerson Testoni.

Gol: Marquinho (42/2T) para o Figueirense;

Cartões amarelos: Lucas e João Diogo (FFC); Gustavo Henrique, Claudinho, Edílson e Carlos Eduardo (BFC).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Água Fria - BA
Atualizado às 05h42
21°
Muitas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 21°
21°

Sensação

6.2 km/h

Vento

96.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas