Sábado, 28 de Maio de 2022
21°

Pancada de chuva

Água Fria - BA

Fórmula 4 F4

Pilotos da APBF dominam quinta-feira de testes no Velocitta

Pedro Clerot, Aurelia Nobels, Lucas Staico, Vinicius Tessaro e Álvaro Cho ocupam o top-5 da tabela de tempos

12/05/2022 às 22h21
Por: Redação EF
Compartilhe:
APBF (Luca Bassani/RF1)
APBF (Luca Bassani/RF1)

As atividades de pista do Campeonato Brasileiro de Fórmula 4 tiveram início nesta quinta-feira (12) com treinos extras no Autódromo Velocitta, localizado em Mogi Guaçu (SP). Os pilotos da Associação de Pilotos Brasileiros de Fórmula (APBF) já se mostraram dominantes. Pedro Clerot foi o mais rápido, marcando 1min28s907. Aurelia Nobels, Lucas Staico, Vinicius Tessaro e Álvaro Cho completaram o top-5 da tabela de tempos.

Pedro Clerot, bicampeão brasiliense de kart e campeão rookie da Fórmula Delta em 2021, e Aurelia Nobels, a única mulher do grid da F4 Brasil, foram os únicos pilotos a andar abaixo da casa de 1min29s.

Nicholas Monteiro colocou-se como o sexto mais rápido. Ricardo Gracia, Nelson Neto e Lucca Zucchini fizeram, respectivamente, o oitavo, nono e décimo melhores tempos. Nic Giaffone finalizou o dia com o 15° tempo.

"O dia de hoje foi bem produtivo, testamos muita coisa e achamos o caminho certo com certeza, mas ainda faltam alguns detalhes de guiada. Sem dúvidas foi muito bom liderar o primeiro dia de treinos aqui no Velocitta, uma pista que não é fácil, estamos nos adaptando e faz um tempinho que não ando aqui, mas no geral foi produtivo e vamos para amanhã", comentou Clerot.

"Tivemos um treino de uma hora, o qual eu liderei a maioria do tempo e depois caí para segundo, tomando menos de um décimo de um piloto que já correu na Europa e andou bastante com o carro novo. Eu achei muito boa a sessão, estava rápida e tenho certeza que amanhã vamos melhorar mais ainda", afirmou Aurelia, que defende a TMG Racing.

"Hoje foi a primeira vez que andei no carro novo e acredito que foi um dia feliz para a equipe e eu. Fomos bem rápidos no treino e é uma pena eu não correr, mas tem muito campeonato pela frente e toda experiência conta", disse Álvaro, piloto mais novo do grid, com 14 anos.

"Eu andei bem menos de F4 que outros pilotos que tiveram a chance de pilotar o carro lá no exterior, então para mim ainda é um início de trabalho. Ainda temos bastante coisa para desenvolver ao longo do final de semana, mas fico feliz de poder fazer parte dessa categoria que promete revelar grandes competidores para o futuro", falou Zucchini, que guia pela TMG Racing.

"Foi bem diferente o dia de hoje, estou acostumado a andar no carro de 2020, sem halo, pouca aerodinâmica, mas estou bem confiante. Foi bem legal o treino. Ainda não demos volta rápida, pois estávamos nos acostumando ainda e tem algumas coisas a serem mexidas e melhoradas, mas amanhã é o grande dia, com classificação", comentou Nicholas Monteiro, piloto, também, da TMG Racing.

"Estou muito contente de poder estar aqui perto de tantos pilotos de alto nível da Stock Car e hoje tive o primeiro treino e as primeiras impressões com o carro. É um carro bem agressivo, tive algumas dificuldades com ele, porém já conversei com meu engenheiro sobre isso e arrumaremos para amanhã", contou Vinicius Tessaro, defensor da Cavaleiro Sports.

"Dentro do carro, o dia foi bem produtivo e consegui aprender muito, os sintomas do carro, como ele se comporta e acredito que daqui para frente vamos evoluir bastante. O trabalho segue amanhã com os treinos livres e classificação", disse Nic Giaffone.

"Esse foi o meu primeiro contato com o carro novo e consegui me adaptar rápido ao carro, tanto que liderei o treino no meu grupo. É um carro bem desafiador, cheio de truques, ele destraciona bastante e tem um freio super sensível. Para termos um comparativo entre os pilotos, todos têm que entrar na pista na mesma sessão, mas acredito que tenho potencial e me colocarei em uma posição competitiva", afirmou o piloto mineiro Lucas Staico.

"Apostamos em uma diferença de dois segundos entre o primeiro e o último, mas, na verdade, foi de 1,5 segundo, o que é ótimo para a categoria, já que traz competitividade. Eu achei esse carro bem diferente do que o antigo, as freadas são complicadas, porque, diferentemente do antigo, que se coloca mais pressão no freio, o carro de hoje tem que colocar menos, o que me permite, ao mesmo tempo, frear mais dentro da curva. Esse é um ponto a ser melhorado amanhã, então vamos para cima", completou Nelson Neto.

As atividades de pista da F4 Brasil continuam nesta sexta-feira (13) com dois treinos livres, respectivamente, às 8h45 e 11h50, bem como a classificação às 17h. As provas iniciam no sábado, sendo a corrida 1 às 9h40 e a corrida 2 às 14h40, já no domingo, a corrida 3 será às 12h10.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias