Sábado, 29 de Janeiro de 2022
34°

Pancada de chuva

Água Fria - BA

Tênis ATP 250

Melo e Dodig estreiam na madrugada desta quarta-feira (12) no segundo ATP 250 de Adelaide, na Austrália

Dupla joga como cabeça de chave 2 e enfrenta, pelas oitavas de final, o filipino Huey e o dinamarquês Nielsen, por volta da 1h (horário de Brasília). Vice-campeão no primeiro ATP na cidade australiana, na semana passada, o mineiro subiu cinco posições no ranking

11/01/2022 às 13h56
Por: Redação EF
Compartilhe:
Melo subiu cinco posições no ranking (Divulgação)
Melo subiu cinco posições no ranking (Divulgação)

Após a conquista do vice-campeonato no primeiro torneio da temporada, Marcelo Melo e Ivan Dodig voltam à quadra na madrugada desta quarta-feira (12) em Adelaide, na Austrália. A dupla estreia no segundo ATP 250 na cidade, por volta da 1h (horário de Brasília). Cabeças de chave número 2, o mineiro e o croata enfrentam o filipino Treat Huey e o dinamarquês Frederik Nielsen, em jogo pelas oitavas de final – foram bye na primeira rodada.

"Tiramos um dia de descanso após esse primeiro torneio, voltamos aos treinos e vamos em busca da vitória nessa estreia. Foi um bom começo de ano, já fazendo uma final. E agora seguimos por mais”, afirma Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro e BMG, com apoio da Volvo, Head, Voss, Asics e Confederação Brasileira de Tênis.

Com o resultado no ATP 250 de Adelaide na semana passada, Melo subiu cinco posições no ranking mundial individual de duplas divulgado nesta segunda-feira (10) pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). O mineiro aparece, agora, em 24º lugar, com 2.870 pontos. Dodig é o 12º, com 5.235 pontos.

Os dois ATP 250 – Adelaide International –, que abrem o circuito, são preparatórios para o Australian Open. O primeiro Grand Slam do ano será disputado entre os dias 17 e 30 deste mês, em Melbourne.

Recordista em títulos e em semanas no topo do ranking – Recordista brasileiro em número de títulos, com 35 conquistas, ao lado do também mineiro Bruno Soares, e em semanas no topo do ranking da ATP – 56 -, assim como em participações no ATP Finals – completou oito seguidas em 2020 -, Marcelo somou mais um recorde ao chegar a 500 vitórias, na estreia no ATP 500 de Washington, em julho de 2019, passando a ser o 35º jogador de todos os tempos a atingir essa marca.

Entre 2017 e 2018, Marcelo ficou 30 semanas – 25 consecutivas - como líder do ranking mundial individual de duplas da ATP (13 semanas em 2017 – terminando o ano como número 1 - e 17 semanas em 2018). Antes, ocupou a liderança pela primeira vez em 2015, por 22 semanas, também virando o ano na frente, e voltou ao primeiro lugar por mais quatro semanas a partir de maio de 2016. Único brasileiro na história a ser número 1 do mundo em duplas.

Em 2020, no México, no ATP 500 de Acapulco, o mineiro Marcelo conquistou o 34º título da carreira e no mês de outubro, no ATP 500 de Viena somou o 35ª da carreira. Pelo 14º ano consecutivo comemorou no mínimo um título por temporada. Dos 35 títulos, todos em duplas, dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de nove ATP 500 e 15 ATP 250. 

Três vitórias em 2022 – No início da temporada 2022, Melo e Dodig somam três vitórias em Adelaide. Em 2021, Marcelo Melo tem três vitórias ao lado do romeno Horia Tecau, uma na estreia no Murray River Open (ATP 250) e duas no Australian Open, ambos em Melbourne. Uma vitória jogando com a russa Vera Zvonareva na estreia nas duplas mistas do Grand Slam. Duas vitórias com Jean-Julien Rojer, na estreia do ATP 250 de Doha e na estreia do Masters 1000 de Madri. Três vitórias com Lukasz Kubot em Wimbledon. Duas com Marcus Daniell em Washington. Uma com Kubot na estreia em Toronto. E duas com Kubot em Winston-Salem. Com Dodig, três vitórias em Indian Wells e uma em Antuérpia.

No ranking mundial individual de duplas, Marcelo ficou entre os Top 10 por oito temporadas seguidas. Foi décimo ao final de 2020. Em 2019, sétimo. Em 2018, nono do mundo, primeiro em 2017 e 2015, oitavo em 2016 e sexto colocado em 2013 e 2014.

O primeiro título de Marcelo em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Água Fria - BA Atualizado às 11h15 - Fonte: ClimaTempo
34°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 36°

Dom 35°C 22°C
Seg 36°C 21°C
Ter 36°C 21°C
Qua 37°C 21°C
Qui 33°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias