Quarta, 27 de Outubro de 2021
23°

Poucas nuvens

Água Fria - BA

Futebol Baiano E.C.Bahia

Titular contra o Athletico-PR, Danilo Fernandes fala sobre o jogo contra o Palmeiras

Recuperado de lesão, goleiro do Bahia retoma posição de titular com chegada de Guto Ferreira

11/10/2021 às 23h16
Por: Redação EF
Compartilhe:
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O goleiro Danilo Fernandes, do Bahia, concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (11), no CT Evaristo de Macedo. Titular no triunfo sobre o Athletico-PR, no último sábado (9), o goleiro Danilo Fernandes espera manter a sequência na meta tricolor.

O goleiro de 33 anos não jogava desde o dia 1º de agosto, na derrota para o Sport, quando Dado Cavalcanti ainda era o técnico do time. Nesse período, Danilo sofreu uma fratura na costela, porém, após se recuperar, ainda não tinha jogado com Diego Dabove.

"Infelizmente tive uma fatalidade no início da minha trajetória, mas já foi superada. Se Deus quiser, não vai acontecer mais nada. Estou apto 100% para ajudar o clube, e voltar ganhando dá muita moral para o jogo seguinte", afirmou.

O próximo compromisso do Esquadrão é nesta terça-feira (12), contra o Palmeiras, na Arena Fonte Nova, às 21h30, pela Série A, em jogo que marca o retorno da torcida ao estádio, no estado. Brigando contra o Z-4, com 26 pontos, Danilo comentou sobre o significado da partida para o elenco.

"O cara conhece o Bahia como ninguém. É a terceira passagem dele. A gente fica triste por um lado, pela saída de Dabove, mas a chegada de Guto veio num momento em que precisávamos de confiança. Ele, como conhecedor do clube, sabe como funcionam as coisas, e nos deu muita confiança", ressaltou. 

"Cheguei muito feliz, muito motivado com a oportunidade. Infelizmente, tive uma fatalidade no início da minha trajetória. Mas já foi superada. Se Deus quiser, não vai acontecer mais nada. Estou apto, 100%, para poder ajudar o clube e voltar. Voltar ganhando é fundamental, dá muita moral e muita confiança para o jogo seguinte", completa.

"Extremamente chato você não poder fazer o que você gosta e o que você quer. O pessoal fica falando de lesão... Já tive até conversa com médico. Paramos para ver o que realmente aconteceu. São fatalidades, porque nunca é uma mesma lesão, nunca é uma reincidência de lesão. Então a gente fica até assim... Se fosse uma reincidência, todo mundo sabendo que esse é o problema, seria até mais fácil de se prevenir. Mas são fatalidades, lesões até ósseas, que não estão no alcance prevenir. Quando acontece isso, a gente fica extremamente chateado. Aconteceu. Agora a gente dá a volta por cima. Graças a Deus, já estou recuperado, zerado. Tomara que não ocorra nenhuma fatalidade, que eu possa seguir meu caminho feliz, estando apto para fazer o que mais gosto", garante.

"É um cara que já conhece o clube, sabe como ninguém como funciona o nosso ambiente. Veio para nos ajudar. Muito qualificado, competente no que faz, vencedor. Só tem a agregar ao nosso grupo. Com certeza vai nos ajudar muito", completa.

Nesta terça-feira, o Tricolor reencontra o seu torcedor em jogo contra o Palmeiras, marcado para a Arena Fonte Nova, às 21h30 (horário de Brasília).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias